sábado, 6 de dezembro de 2008

Quando me apaixonei pelos Papillons

Desde muito criança eu tinha esse brinquedo, um cachorro de plástico com quem eu brincava muito, fazendo historias, que eu chamava de Vira-lata. Pra mim ele parecia não ter raça, mas um belo dia, virei ele de cabeça pra baixo e lá estava escrito: "Papillon".
Na época eu não sabia que aquilo era o nome de uma raça, pra mim poderia muito bem ser o nome da empresa que fabricou o brinquedo, então não prestei muita atenção. Mas sempre achei o Vira-lata bonito, de peito estufado e cabeça erguida, ele sempre era o galã das minhas brincadeiras com meus cachorros de plástico, heróico, valente, gentil e engraçado.

Um belo dia, muitos anos depois, quando eu já não brincava mais com meus bichos de plástico, estava eu vendo um campeonato de agility na TV. Eu sempre soube da existencia do agility, mas como eu só tinha a Bela, com seu problema de joelho, eu nunca pensei em treinar. Também achava que não tinha treinador de agility aqui em brasília, e internet era uma coisa nova, eu ainda não sabia achar informação. Pois bem, estava eu lá vendo o campeonato de agility. Não me lembro bem se era um nacional AKC ou USDAA, mas lembro direitinho da categoria menor (no AKC é a de 8'', enquanto que USDAA é a de 12''). Nessa categoria os cães são bem lentinhos, e eu lá vendo... lembro de um toy fox, de um Yorkshire, de um Pembroke, de um Sheltiezinho... Todos fazendo tempos na casa do 40s, com o sheltiezinho fazendo 39s (Isso, é claro, é um exemplo, eu não me lembro os tempos certinhos). Então entra aquele ultimo cãozinho, um Papillon preto e branco, macho, com seu condutor. Na hora vi o nome, vi o cachorro, lembrei do vira-lata e disse "Ahhhmm..."
Mas... quando o pequeno começou a correr, era um cão bala. A coisinha peluda, orelhuda e pequenina fez o percurso em 35s e foi nesse momento que o Papillon ganhou meu coração. Entrei prontamente na internet para descobrir mais sobre a raça, ficando encantada pela sua beleza e pela sua inteligência. Descobri nessa época também que, para a minha sorte, há um canil de papillon aqui em brasília! Quem diria, nesse fim de mundo! Me registrei no site do criador para receber noticias de atualizações do site e fiquei esperando novas ninhadas (Mal sabia eu que ele não atualizava mais a parte da ninhadas xD).
Eu estou chutando que isso foi a uns 5 anos atras, pelo menos. Hoje tenho meu Papillon, o Renê, depois de muita esperar e de muito torcer para que tudo desse certo. A trajetória desse cachorrrinho até minha casa foi bastante curva, mas ele esta aqui a 1 mês agora e é tudo que sempre li sobre a raça: esperto, carinhoso, atlético e bonito, minha pequena borbeletinha.
O treino dele no agility começa na segunda, juntamente com seu treino de obdiência. Ele e a Léia compõem 2/3 do meu time de agility, a Léia sendo da categoria média, ele da pequena. Agora só falta meu Border. xD

Eu tentei achar o vídeo do papillon que ganhou o nacional que me referi, mas não achei. Então aqui vai um vídeo de um papillonzinho fazendo o agility:



Borboletinha que voa rápido.

5 comentários:

Sara Favinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sara Favinha disse...

Luíza, ele é lindooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!!!!

Parabéns!

OBS: Também sou apaixonada por essa raça... estou louca por um...

Manda fotos dele prá mim??

Fê Lesnau disse...

Tb aaaaamo essa raça! Antes de ter o Ty (meu schipperke) pensei em um papillon, mas como nunca tinha visto um pessoalmente fazendo agility, optei pelo skip. Mas ainda vou ter uma borboletinha dessas. Parabéns, o seu eh lindoooo

No Deal Kennel disse...

Wow. Is that Rene????
Sandra

Lady Violet disse...

Hi Sandra!!
He's the one in the picture, not in the video :)